Glória do desporto nacional!

Oh, Internacional

Que eu vivo a exaltar

Levas a plagas distantes

Feitos relevantes

Vives a brilhar

Correm os anos, surge o amanhã

Radioso de luz, varonil

Segue a tua senda de vitórias

Colorado das glórias

Orgulho do Brasil

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Joaquinzinho

Fonte: Arquivo Histórico/Departamento de Futebol

Joaquim Gilberto Silva, nasceu em Pelotas/RS em 31 de dezembro de 1934.  Iniciou no futebol em 1951 no Grêmio Esportivo Brasil em Pelotas, onde em 1952 foi campeão juvenil. Em 1954 foi vice-campeão dos profissionais do Estado, feito que se repetiu no ano de 1955.
Ingressou no Sport Club Internacional em maio de 1957, sagrando-se vice-campeão da cidade. Permaneceu no inter até 1959 quando foi transferido para o S. C. Corinthians de São Paulo.
Fonte página e foto em destaque: Revista  Colorada Ano 1 - nº 2
Em pé da esquerda para a direita: Ezequiel, Brito, Paulinho, Mossoró, Zangão e Joel; 
agachados na mesma ordem: Joaquinzinho, Bodinho, Larri, Chinês e Canhotinho
Fonte:página e foto em destaque: Revista Colorada Ano 1 - nº 3
Fonte: Revista  Colorada Ano 1 - nº 2

Fontes: Acervo /Arquivo Histórico SCI/Biblioteca Zeferino Brazil/Sport Club Internacional
Revista Colorada Ano 1 - nº 2 - Jan/Fev/Mar 1958; Revista Colorada Ano 1 - nº 3 - Março 1958 - Revistas disponíveis para pesquisa na Biblioteca Zeferino Brazil /FECI - Sport Club Internacional - 2º andar do Gigantinho

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Futebol e Carnaval: a alegria de um povo


ô abre alas que eu quero passar”... para falar de samba, carnaval e futebol.
Muitos se perguntarão o que samba e carnaval tem em comum com futebol. Tem tudo. Todos são, necessariamente, a expressão da cultura brasileira.
Ao parafrasear um épico de Chiquinha Gonzaga, compositora, pianista e maestrina brasileira, estamos falando de paixões. Futebol, samba e carnaval. E na história do Nosso Sport Club Internacional a conjunção destas paixões forja a alma deste Clube.
Desde os primórdios, no início de tudo, o Inter já estava envolto com o que hoje é uma das maiores festas do mundo; o carnaval. É só lembrar das primeiras reuniões, quando da fundação do Clube, a convivência já se anunciava com a participação Venezianos e Esmeralda.
Quem sabe sabe conhece bem...” é só relembrar.

Revista Colorada - Ano 1 - nº 2 - Jan. Fev. Mar. de 1958

Nas imagens, dois momentos de Escurinho, como músico e como jogador, duas paixões que se misturam
Ao longo dos próximos meses, este blog, espaço de saberes Colorados, estará contando um pouco mais sobre esta relação maravilhosa entre futebol, samba e carnaval e apresentando à todos um pouco mais da história do Internacional.

Veja mais

Texto: Ana Maria Froner Bicca
Fonte: Acervo /Arquivo Histórico SCI/Biblioteca Zeferino Brazil/Sport Club Internacional