segunda-feira, 6 de abril de 2015

46 anos do Gigante da Beira Rio!

Hoje o Gigante da Beira Rio completa quarenta e seis anos! Abaixo um pouco da história do estádio, considerado a alma do torcedor colorado. 



Em setembro de 1956 o vereador Ephraim Pinheiro Cabral apresentava na Câmara um projeto para a doação de um terreno localizado em uma área que seria aterrada no Rio Guaíba. Assim, em um terreno dentro da água, surgia o novo estádio colorado. 


A Pedra Fundamental do Estádio Colorado foi lançada em 1959 e com ela a esperança de toda a torcida para que a casa nova fosse palco de muitas conquistas. Torcida esta que contribuiu ativamente para a construção do Gigante, doando dinheiro, tijolos e cimento para a realização de um sonho. 

Contando com diversas campanhas para arrecadação de materiais, o estádio começou a tomar forma durante a década de 60. José Pinheiro Borda (imagem ao lado, junto à maquete do Beira-Rio), presidente do Conselho Administrativo do Sport Club Internacional e da Comissão de Obras do Estádio Beira-Rio, dedicou os anos finais da sua vida ao Clube, trabalhando para a construção do estádio. Graças a ele tivemos as campanhas mostradas abaixo, de doação de tijolos e cimento, que datam de 1962.  




Campanha do Tijolo e do Cimento. 
Os colorados puderam acompanhar de perto a vitória contra o Benfica por 2x1 na inauguração do Beira-Rio, com gols de Claudiomiro, Eusébio (Benfica) e Gilson Porto. Essa foi a primeira vitória dentro do Gigante, mas o que se seguiu foi a sequencia de conquistas que resultaria no octacampeonato gaúcho, assim como a formação da equipe que viria a conquistar o primeiro título brasileiro em 1975. 

A obra para a Copa do Mundo trouxe uma revitalização para o estádio, mas as bases continuam as mesmas. Os tijolos doados pelos torcedores ainda estão lá, servindo como apoio para a nova estrutura. A alma do estádio continua firme!!!!

Para saber mais sobra a história do Gigante, clique aqui.


0 comentários:

Postar um comentário