terça-feira, 8 de julho de 2014

Em clima de Copa do Mundo: Dario, Marinho Peres e Carpegiani

Dando continuidade a série de postagens Em clima de Copa do Mundo, hoje trazemos a vocês três jogadores que marcaram sua passagem pelo Inter na década de 70: Dario José dos Santos, Mário Peres Ulibarri e Paulo César Carpegiani. 

Dario, o Dadá Maravilha, nasceu em 04 de março de 1946, na cidade do Rio de Janeiro/RJ. Iniciou a carreira em 1965, nos juniores da equipe do Campo Grande, e assumiu um lugar na equipe principal em 1967. Após deixar o Campo Grande, Dadá ainda passou pelo Atlético-MG (1968-1972), Flamengo (1973-1974), novamente pelo Atlético-MG (1974-1974) e Sport (1974-1975) antes de desembarcar em Porto Alegre para jogar pelo Internacional. Abaixo sua ficha de inscrição na Federação Gaúcha de Futebol:

Fonte: Departamento de Futebol.

Mesmo com uma passagem curta pelo Clube, o centroavante é muito lembrado por sua participação na conquista do Bi-Campeonato Brasileiro em 1976. Dadá foi um dos artilheiros da competição, sendo fundamental na final contra o Corinthians, onde marcou o primeiro gol na vitória por 2 a 0. Além dessa conquista, Dario também conquistou o Campeonato Gaúcho daquele ano.

Fonte: Sport Club Internacional.

Pela Seleção Brasileira, Dario foi Campeão do Mundo na Copa de 70, tendo sido convocado quando ainda jogava pelo Atlético-MG. 

Após deixar o Inter, Dadá passou pela Ponte Preta (1977-1978), Atlético-MG (1978-1979), Paysandu (1979-1979), Náutico (1980-1980), Santa Cruz (1981), Bahia (1981-1982), Goiás (1983), Coritiba (1983), América-MG (1984), Nacional-AM (1984-1985), XV de Piracicaba (1985), Douradense-MS (1986) e Comercial de Registro-SP (1986), onde encerrou a carreira como o quinto maior artilheiro da história do futebol brasileiro. Para saber mais sobre esse incrível centroavante, clique aqui.

O próximo nome da lista é Mário Peres Ulibarri, o Marinho Peres. Nascido em 19 de março de 1947, em Sorocaba/SP, Marinho Peres iniciou a carreira no São Bento, equipe de sua cidade natal, e logo despertou interesse dos clubes da região. Transferiu-se para a Portuguesa em 1967, onde permaneceu até 1971, quando foi jogar pelo Santos. Após deixar o Santos, em 1974, Marinho jogou uma temporada pelo Barcelona, antes de ser contratado pelo Sport Club Internacional. 

Fonte: Departamento de Futebol.

O zagueiro chegou a Porto Alegre em 1976, e teve sua estréia como titular em um Gre-Nal. Ao lado de Elias Figueroa, Marinho Peres parou o ataque gremista naquele jogo, sendo fundamental para a vitória por 2 a 0. Pelo Internacional foi Campeão Brasileiro e Gaúcho em 1976, e deixou sua marca na história do clube.

Fonte: Sport Club Internacional.

Jogando pela Seleção Brasileira, Marinho foi titular na Copa do Mundo de 1974, e disputou doze partidas oficiais. Marinho Peres encerrou a carreira como jogador em 1980, quando virou técnico de futebol. Para saber mais sobre esse jogador, clique aqui.

Outro atleta que fez história no Sport Club Internacional na década de 70 foi Paulo César Carpegiani. Carpegiani nasceu em 07 de fevereiro de 1949, em Erechim/RS, e iniciou a carreira no Sport Club Internacional em 1970. 

Fonte: Sport Club Internacional.

O meio-campista conquistou seu lugar como titular, e com sua incrível habilidade de passe e domínio de bola mostrou-se incrivelmente útil ao Inter, formando um meio-campo inesquecível ao lado de Falcão e Caçapava. Conquistou pelo Clube o Campeonato Gaúcho (1970, 1971, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1976) e o Campeonato Brasileiro (1975 e 1976). 

Fonte: Sport Club Internacional.

Pela Seleção Brasileira foi titular na Copa do Mundo de 1974. Quando deixou o Inter, 1977, foi para o Flamengo, onde conquistou o Campeonato Carioca (1978 e 1979) e o Campeonato Brasileiro (1980). Encerrou a carreira em 1980, aos 31 anos, após uma lesão no joelho, e a partir de 1981 começou a atuar como técnico de futebol. Para saber mais sobre Carpegiani, clique aqui.

Fonte: Sport Club Internacioal

As postagens Em clima de Copa do Mundo são possíveis graças às pesquisas realizadas pela Equipe de Pesquisa do Museu do Sport Club Internacional Ruy Tedesco, e a colaboração entre o Arquivo Histórico e o Departamento de Futebol. A documentação apresenta a ligação do atleta com o Sport Club Internacional, e mostra como os jogadores eram quando passaram pelo Clube. 

Em breve novas postagens sobre os jogadores que atuaram pelo Sport Club Internacional e que também disputaram Copas do Mundo pelas seleções de seus países. Gostou do post? Deixe um comentário para nós!

0 comentários:

Postar um comentário