sexta-feira, 1 de julho de 2016

"Com Dadá em campo, não há placar em branco."


Em 1976 para dar reforço ao time, o internacional contratou, junto ao Sport Recife, o centroavante Dario, o Dadá Maravilha, nascido em 04 de março de 1946, na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

Fonte: Departamento de Futebol do Sport Club Internacional

Dario estreou em um amistoso contra o Esportivo no dia 04/07/1976. 
Fonte: Departamento de Futebol do Sport Club Internacional
No dia do amistoso contra o Esportivo tinha tanta gente no Beira-Rio que só a renda da partida foi suficiente para quitar o passe do centroavante.

(fonte: Jornal do Inter, 1976)

Dario chegou e prometeu gols para a torcida do Inter. Prometeu o gol Italo-brasileiro em homenagem a numerosa colônia Italiana de Bento Gonçalves. E não deu outra coisa. Já no primeiro jogo,o foi o Italo-brasileiro em cima do Esportivo.
(fonte: Jornal do Inter, 1976)






Com uma passagem curta pelo Clube (02/07/1976 a 20/10/1977) o centroavante é muito lembrado por sua participação na conquista do Bi-Campeonato Brasileiro e da conquista do Octa em 1976. Dadá também foi um grande "filósofo" do futebol brasileiro. Suas frases certamente estarão para sempre na memória dos torcedores de todo o país.


"não existe gol feio; feio é 
não fazer o gol"








Abaixo podemos conferir o resumo da passagem de Dada Maravilha pelo clube: 

Veja mais em: Dario, ídolos eternos

0 comentários:

Postar um comentário